Sonho Novo – 1998

Gravado em 1998 no estúdio Luvi em Pelotas -RS, com a produção de Luciano Maia e Negrinho Martins e direção musical de Luciano Maia, O Cd sonho Novo foi o Primeiro trabalho de Luciano, sendo este lançado pela gravadora ACIT. Este Cd conta com a participação especial de Edson Dutra do grupo “Os Serranos”, que também fez a apresentação deste trabalho.

O Cd traz no repertório:

1 – No meu tranco (Luciano Maia)
2 – Silueta Porteña ( Orlan Daniel/ Ernesto Noly)
3 – Sonho Novo ( Luciano Maia)
4 – Virando os Arreios ( Luciano Maia)
5 – Pampa e Milonga ( Albino Manique)
6 – Talho da Tramontina ( Edson Dutra / Amaro Peres)
7 – La Puñalada ( Quintin Castelhanos / Celedônio Flores)
8- Lágrimas ( Luciano Maia)
9- De Toma e Toma ( Luciano Maia)
10 -Trem expresso ( Raul Barboza)
11 – Chote da Parceria ( Luciano Maia / Edson Dutra)

Apresentação: Surpresa Agradável

Foi desta forma que recebi o convite de Luciano Maia para tomar parte em seu primeiro CD. Juntos compusemos que selou nossa amizade, permitindo que o recebesse em minha casa e viesse a conhecê-lo melhor. Trata-se de um jovem educado de boa formação familiar e de uma ótima intuição musical. Seu disco tem variado repertório, ora enfocando temas bem gaúchos como : No meu tranco, Virando os arreios e outros, ora valorizando temas do Prata:

A famosa La Puñalada, Silueta Potreña e até o Trem Expresso, do mestre Raulito Barboza, notando-se o capricho nos arranjos e inovação de harmonia.


Para concluir, recomendo ao público em geral e a quem gosta de gaita bem tocada o CD do Luciano Maia.
Vale a pena ouvir e conferir este trabalho, o Luciano está brilhante em sua execução e eu diria até atrevido para um guri de 19 anos. Por exemplos como esse é que a nossa música gaúcha continuará resistindo aos desafios que diariamente lhe são impostos.


Parabéns amigo Luciano e obrigado pelo talho da Tramontina e pelo Chote da Parceria.

Edson Dutra “Os Serranos”

Parceiros:

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon

© 2017 por Maurício Lopes. Todos os direitos reservados